Frutas e Legumes

Fertilização

Fertilização


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Pergunta: fertilização


Eu tenho 20 árvores frutíferas de várias espécies, como maçã, pera, cereja, ameixa, pêssego. Gostaria de saber agora que elas estão prestes a brotar se eu tiver que fertilizá-las. Se sim, que tipo de fertilizante devo usar?

Resposta: fertilização


Dear Alberigo,
todos os fertilizantes sintéticos que encontramos no mercado contêm três macroelementos fundamentais, utilizados pelas plantas para seu desenvolvimento; os três elementos fundamentais são nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K). O nitrogênio é essencial para o desenvolvimento geral dos órgãos verdes da planta e para a produção de novos rebentos, a produção de novos frutos, além de conter grandes quantidades de fertilizantes nitrogenados, como adubo e húmus de minhoca; o fósforo 7 é um elemento importante para o desenvolvimento do sistema radicular; o potássio é essencial para o sabor, sabor e tamanho das frutas. Além desses macroelementos, um bom fertilizante sintético também contém microelementos, em menores quantidades, importantes também para o desenvolvimento de fruteiras, como ferro, cálcio, magnésio e boro.
As adubações praticadas no pomar levam em consideração os diferentes períodos de desenvolvimento das plantas e também as diferentes necessidades manifestadas ao longo do ano.
No final do inverno e no início do outono, fertilizações de liberação lenta são praticadas com fertilizantes ricos em nitrogênio; isso ocorre porque na primavera o reinício vegetativo mostra demandas muito altas de nitrogênio, pois as plantas produzem brotos, folhas, flores; no outono, no entanto, as plantas podem absorver o nitrogênio do solo e armazená-lo para a primavera seguinte. Um bom fertilizante de outono também conterá boas quantidades de fósforo, de modo a favorecer o desenvolvimento do sistema radicular. As fertilizações da primavera são fornecidas entre fevereiro e março, dependendo da estação, quando as plantas começam a inchar os brotos; as fertilizações de outono são praticadas em setembro-outubro, quando as plantas ainda estão em vegetação, antes do descanso de inverno. Para este tipo de fertilização, o estrume é frequentemente usado, distribuído aos pés das plantas, enterrando-os levemente com uma enxada; para cada planta é usado um balde de esterco; ou espalhe um punhado de fertilizantes minerais de liberação lenta.
Na primavera e no verão, em vez disso, são utilizados fertilizantes mais ricos em potássio, com uma boa quantidade de fósforo e microelementos; esse tipo de fertilizante melhora a qualidade dos frutos, portanto, as plantas aproveitam-se particularmente enquanto estão no fruto. Fertilizantes granulares podem ser usados, tanto de liberação lenta quanto de liberação mais rápida.
Em grandes pomares, a fertilização foliar também é usada na primavera, com produtos ricos em nitrogênio, que funcionam especialmente para os frutos de pomóideas.