Além disso

A planta suculenta é a albuca. Descrição e cultivo

A planta suculenta é a albuca. Descrição e cultivo


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Albuca é uma planta ornamental apreciada por suas placas de folhas retorcidas incomuns.

As inflorescências brancas sempre apresentam uma tonalidade esverdeada. As plantas têm cerca de 150 variedades.

Como fazer essa planta perene e suculenta crescer em casa, como escolher e germinar as sementes, dividir o bulbo? Isso e muito mais serão discutidos neste artigo.

O que é essa flor?

Albuka pertence a plantas suculentas perenes, pertence à família dos bulbos. A pátria do albuca é a África do Sul, por isso a planta adora calor. Seu bulbo é branco, redondo, ligeiramente achatado. Ela cresce até 5 cm de diâmetro e as placas das folhas são reunidas em uma roseta na base do bulbo.

Uma planta cresce cerca de 15-20 folhas, cujo comprimento geralmente não excede 35 cm.

No inverno, a albuca entra em estado de dormência - ela perde suas folhas, deixando apenas os bulbos no solo.

Com o início do inverno, pequenas raízes crescem no bulbo, então uma roseta de raízes é formada, consistindo de folhas retorcidas.

Quando o período de calor chega, as placas das folhas se enrolam e se tornam em forma de espiral, parecendo uma serpentina. Assim, a planta fica protegida do excesso de evaporação, ao mesmo tempo que retém o máximo de umidade.

Cultivo e reprodução

Em que época do ano começar o plantio ao ar livre?

Na medida em que Albuka é uma planta termofílica, recomenda-se plantá-la dentro de casa. No entanto, também pode ser plantada na rua, se as condições climáticas da região permitirem. No sul do país, no verão, há luz e calor suficientes para a germinação da albuca.

Para o plantio ao ar livre, é necessário escolher um local bem iluminado, caso contrário a planta não crescerá.

Recomenda-se iniciar o plantio em março - vale para o plantio de bulbos. Se o albuca for plantado com sementes, é melhor fazê-lo em fevereiro.

Como preparar o terreno?

Para um bom crescimento, o albuka precisa de solo solto, nutritivo e leve. Deve passar bem água e ar. Um meio de cultivo é mais adequado para o cultivo de suculentas. Você mesmo pode preparar a mistura de solo. Para isso, areia de rio e terra frondosa são recolhidas em quantidades iguais.

Após a auto-preparação do substrato, recomenda-se processá-lo na estufa a uma temperatura de 200-220 graus por 10-15 minutos.

Métodos de cultivo

Sementes

Este método é considerado o mais eficaz, pois permite obter tiros fortes e amigáveis. mas o método tem uma série de dificuldades .

Isso se deve ao fato de que apenas as sementes colhidas há relativamente pouco tempo (não mais de seis meses atrás) são adequadas para o plantio.

Além disso, a desvantagem do método de semeadura é o fato de que tais plantas florescem apenas 3 anos após a semeadura.

Seleção e preparação de sementes

A semente é colhida imediatamente após a floração da planta e uma cápsula aparece no lugar dos botões. Após a colheita, as sementes são colhidas em local escuro por 3-4 semanas..

Pousar

Algoritmo de aterrissagem:

  1. Coloque uma camada de drenagem no fundo da panela. Despeje o substrato por cima.
  2. Coloque as sementes em cima do solo, polvilhe levemente com terra.
  3. Umedeça suavemente o solo, é melhor fazer isso com um borrifador.
  4. Cubra a semente com um filme transparente e coloque-a em um local aquecido, cuja temperatura deve oscilar entre 25-28 graus Celsius.
  5. Após o aparecimento das duas primeiras folhas, mergulhe as plantas em recipientes separados.

Ventile suas sementes regularmente para evitar que apodreçam.

Lâmpadas

O método tem as seguintes vantagens:

  • facilidade de pouso;
  • a nova planta retém todas as características de seus pais;
  • os rebentos jovens são fortes e resistentes a doenças.

Entre as deficiências, vale destacar o fato de que as lâmpadas não são armazenadas por muito tempo se não forem atendidas as devidas condições. Lâmpadas desprotegidas são freqüentemente atacadas por fungos e pragas.

Os bulbos são desenterrados no final do outono e colocados em um local fresco e escuro. Pegue apenas bulbos saudáveis, sem doenças ou apodrecimento... Os bulbos geralmente liberam placas de folhas jovens e retas antes do plantio.

Procedimento

Para o plantio dos bulbos leve um substrato leve, respirável e permeável.

  1. Coloque uma camada de drenagem, cubra com terra por cima.
  2. Coloque os bulbos no solo, observando um intervalo de 5 cm.
  3. O material de plantio é colocado a uma profundidade de 8 cm (não pode ser enterrado muito fundo, pois os bulbos são a parte vegetativa que deve reter a umidade).
  4. Regue levemente.

Os primeiros tiros aparecerão depois de meio mês. A partir daí começa a rega regular - é feita com extremo cuidado para evitar o alagamento. No início, as chapas ficarão retas, depois, na presença de boa iluminação, começarão a se torcer.

Ao dividir

Este é um dos métodos de criação mais difíceis:

  1. Uma cebola adulta é cortada em 2-3 partes (menos frequentemente - em 4). Ao mesmo tempo, eles não chegam ao fim.
  2. A cebola cortada é deixada em um local bem iluminado e quente até que surjam brotos em cada parte.
  3. A partir daí, já é possível finalmente dividir a cebola e plantar em vasilhas separadas (o diâmetro não deve ultrapassar 8 cm).

É necessário regar o solo com cuidado para que não se formem pântanos.

Cuidados básicos de casa

Como regar?

Durante o crescimento ativo, o albuka precisa de muita rega. No entanto, é permitido umedecer o solo somente depois que o substrato estiver completamente seco.

A planta entra em um estado dormente no inverno. Deve ser preparado para este estado reduzindo gradualmente a abundância de rega. Depois que o albuka descarta completamente a folhagem, o umedecimento do solo é interrompido completamente até que novas folhas apareçam.

Apenas água decantada é usada para irrigação.

Regime de temperatura

Albuka é uma planta termofílica. Na estação quente, ela precisa de uma temperatura na faixa de 25-28 graus, e na estação fria - 13-20 graus.

Pedúnculos aparecem devido às mudanças diárias de temperatura, portanto, deve ser vários graus mais frio à noite do que durante o dia.

Do final de novembro ao final de dezembro, deve haver uma temperatura mínima - até 16 horas da tarde, e não superior a 10 horas da noite.

O solo

Albuka cresce bem em um substrato nutritivo, solto e úmido. O solo deve conter nitrogênio, potássio e fósforo, mas em pequenas quantidades.

Iluminação

Para cultivar esta flor, você precisa escolher o lado mais claro da sala. Os peitoris do sul e do leste são os mais adequados.

O horário mínimo de luz do dia é de 12 horas, se necessário, use iluminação artificial adicional. Fitolamps são os mais adequados para isso.

Top curativo

Durante a estação de crescimento, o albuka precisa de alimentação constante. Complexos minerais prontos para as suculentas são considerados a melhor opção. Eles são criados com água de acordo com as instruções.

  • Antes da formação do botão, o foco está na fertilização com nitrogênio.
  • Durante a floração, é melhor parar completamente de se alimentar. Às vezes, em pequenas quantidades, complexos contendo fósforo e potássio podem ser adicionados.

Poda

Este procedimento não é necessário para o albuca. Para manter uma aparência bonita e saudável, basta remover as folhas secas em tempo hábil. Durante o transplante, pode ser necessário remover partes secas e danificadas.

Cuidado dependendo da época

Albuka deve ficar em um local ensolarado, independentemente da estação. E aqui o regime de rega difere em diferentes épocas do ano. No verão, o solo é umedecido abundantemente, no inverno o umedecimento cessa completamente.

Na primavera e no verão, a temperatura permanece no nível de 25-28 graus, e no inverno cai para 10-14 graus.

A planta é capaz de resistir a geadas leves. No inverno, o cuidado consiste apenas em manter a temperatura e a umidade ideais.

Principais tipos: descrição e foto

Abaixo você pode ver uma foto das espécies mais comuns dessa planta.

Albuca Spiralis

A planta tem uma aparência original devido às folhas verde-azuladas rodopiantes. O comprimento das placas foliares chega a 35 cm.

Bem no início do verão, um pedúnculo carnudo aparece no bulbo, no qual se localizam ricos botões amarelos. As flores emitem um aroma delicado característico. Uma característica desta espécie pode ser chamada de que ela entra em um estado de dormência no verão.

Os albuks espirais crescem um a um ou em pequenos grupos. Propagado por bulbos ou sementes.

Recomendamos assistir a um vídeo sobre albuka espiral:

Nelson

A variedade é a mais popular entre os floristas. Ótimo para cultivo doméstico.

Atinge 75 cm de altura, durante a floração aparecem ramos brancos no arbusto e, após murchar, surge uma listra escura de cerejeira. Albuca Nelson geralmente é propagado por sementes e bulbosno entanto, pode ser cultivada como planta de contêiner.

Canadense

Planta perene que chega a atingir 30 cm de altura, é caracterizada por uma estrutura floral incomum - as pétalas externas (são 3) são abertas, e as internas (também existem 3) são retorcidas. centro, cobrindo os estames.

A floração começa no final da primavera. As folhas são de cor verde intenso, crescem até 15 cm de comprimento e a variedade necessita de rega abundante - a cada dois dias. Ele crescerá bem somente com alimentação regular.

Brácteas

As lâmpadas têm uma tonalidade verde clara e são cobertas por uma leve camada de cera. As placas foliares crescem até 100 cm de comprimento e possuem propriedades medicinais. Distribuído na África do Sul, países mediterrâneos e Ásia. Os botões florescem constantemente.

As pétalas são brancas e uma faixa verde claro aparece nelas. O número de botões pode ser de até 100 - eles abrem um por um.

A variedade raramente é exposta a ataques de doenças e pragas.

Doenças e pragas

Lâmpadas podres

É considerado o problema mais comum. Isso acontece por causa da umidade muito abundante no solo. Não será mais possível reviver tal planta. Como prevenção do posterior apodrecimento de outros bulbos, vale a pena ajustar o regime de irrigação, umedecendo o solo regularmente, mas sem a formação de brejo.

Problemas de folha

Tornar-se castanho

A causa do aparecimento de manchas marrons nas placas das folhas é um fungo. Normalmente, essa pigmentação é ligeiramente convexa. Se não forem tratadas, as manchas aumentam de tamanho. As folhas afetadas secam e caem. O tratamento começa com a remoção das folhas afetadas e tratamento da planta saudável com fungicidas.

Não torça

Pode haver dois motivos:

  • O primeiro está em águas estagnadas. Nesse caso, você precisa escolher um solo que permita a melhor passagem de água e ar.
  • E o segundo é a iluminação deficiente. Para a formação de belas placas de folhas, é necessária luz por 18 horas. Para fazer isso, você terá que usar iluminação artificial.

Caiu fora

Os seguintes fatores afetam a queda das chapas:

  • reorganizando o vaso de flores em um local mal iluminado;
  • mudanças repentinas de temperatura;
  • skovznyak;
  • secando do solo ou sua umidade abundante.

O tratamento para esse problema é eliminar o fator negativo que levou à queda.

Ácaro-aranha

Quando afetadas por essa praga, as placas das folhas primeiro se retorcem e depois caem.

Se você não tomar medidas de resgate a tempo, a planta morrerá completamente.

Quando um ácaro é encontrado, o arbusto é tratado com fungicidas.

Fungo

Aparece como uma película seca nas folhas. Para combater o fungo, limpe as placas das folhas com água e sabão., então com água limpa. E então trate a planta com fitosporina.

Ácaro da raiz

Na maioria das vezes vive de lâmpadas enfraquecidas. Como o ácaro da raiz não é um inseto, os inseticidas não ajudam no combate a ele. Para sua destruição, são adequadas as preparações à base de organofosforados.

Outros problemas

Às vezes, as placas das folhas podem esticar muito. - isso se deve a um excesso de oferta de fertilizantes. Se as folhas, ao contrário, não crescem, não têm luz suficiente.

Albuka é uma planta ornamental que se valoriza não pelas flores, mas sim pelas folhas originais. Apesar de a planta ser nativa dos trópicos, cresce bem em latitudes temperadas e não requer cuidados especiais.


Assista o vídeo: ALBUCA SPIRALIS: Sonho de suculenta! Aprenda a cultivá-la! (Pode 2022).